Este blog tem por objetivo apresentar fatos sob a ótica de seu idealizador, permitindo a todos um espaço para livre manifestação de pensamento.

domingo, 20 de agosto de 2017

AS BELAS ESTÃO UMAS FERAS.

O clima nos bastidores do “Domingão do Faustão”, da TV Globo, não é dos melhores.


Isso porque algumas bailarinas não aprovaram a escalação das dançarinas que competirão com os artistas na “Dança dos Famosos”.

A verdade é que o assunto não tem qualquer importância, mas enfrentar reclamação de tantas beldades não deve ser fácil.

sábado, 19 de agosto de 2017

O sistema eleitoral brasileiro já foi "suficiente", mas hoje está "esgotado".

Foi essa a avaliação de Nelson Jobim, ex-presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), em palestra, justamente, sobre eleições e reforma política em que participou, na  quarta-feira (9), quando da abertura da Semana Jurídica do TCE (Tribunal de Contas do Estado) de São Paulo.

Falou brevemente sobre as restrições de um financiamento público eleitoral: "O sistema empurrará boa parte [das campanhas] para a ilegalidade".

Jobim citou como exemplo uma candidatura que, chegando à reta final, se visse com o caixa vazio Segundo o ex-ministro, é provável que um partido não interrompa seu planejamento nessas circunstâncias, mas busque mais recursos e, depois, verá como prestar contas. 

Jobim foi ministro da Defesa de Lula e da Justiça de Fernando Henrique Cardoso. Comentou que, tradicionalmente, a política brasileira operava pela lógica da conciliação. "Nós combinávamos a raiva", afirmou, provocando risadas na plateia. "Tínhamos um entendimento para a construção de soluções."

Hoje, disse, "introduziu-se o ódio, uma variável que não tinha".


sexta-feira, 18 de agosto de 2017

TRABALHO SÉRIO NÃO PODE JUSTIFICAR FALTA DE ATENDIMENTO.


É fato que a TV Difusora vem apresentando reportagens disfarçadas de prestação de serviço a comunidade apenas para justificar comentários políticos levianos. Semana passada houve uma reclamação de falta de água no bairro Pedro Brito.

A assessoria do SAAE rebateu as críticas mostrando imagens do funcionamento do poço artesiano que abastece aquele bairro, mas não foi até o consumidor prejudicado. 

O bom trabalho realizado até aqui não permite aos seus administradores que passem a tratar reclamações como  "falsas denúncias" ou como “jogo de interesses políticos”.

Quanto ao uso politico da TV Difusora esse é inaceitável e vem recebendo a reprovação da população. O blog do Sérgio Matias ouviu a direção da  autarquia sobre o episódio: Não adianta, não vão conseguir evitar que continuemos firmes em nosso propósito de fazer mais e cada vez melhor”, desabafou Ramon Braga, diretor do SAAE.

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

DILMA VOLTA A FALAR.

Um ano depois do processo de impeachment que a retirou da Presidência da República, Dilma Rousseff afirma que o país não necessariamente precisa de uma novidade na disputa presidencial de 2018. "O novo pode ser um Hitler. Não há garantia nenhuma", diz. 
 A ex-presidente afirma ainda que a condenação de Luiz Inácio Lula da Silva pelo juiz Sergio Moro teria como objetivo meramente causar um empecilho para a candidatura dele no próximo pleito. "Lula não tem mala de dinheiro", diz, em referência à mala com R$ 500 mil entregue a um assessor de Temer por um emissário do empresário Joesley Batista, da JBS.

Mesmo inelegível afirma que não deixará a política. "Não precisarei de cargo para fazer política, mas política não deixarei de fazer

terça-feira, 15 de agosto de 2017

FALTA MUITO NA SAÚDE, MAS JÁ COMEÇOU A MELHORAR.

A assessoria da prefeitura informou que em reunião realizada no início dessa semana, em São Luís, o deputado estadual Carlinhos Florêncio (PHS), juntamente com o vice-prefeito de Bacabal, Florêncio Neto (PHS), que representou o Prefeito José Vieira (PP), estiveram em reunião com o secretário de estado da Saúde, Dr. Carlos Lula, para tratar (entre outros assuntos referente a área da Saúde) de uma  parceria com o Governo do Maranhão  para a reestruturação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), de Bacabal, com investimento no valor de R$ 500.000 mil para a reforma, aquisição de equipamentos e fardamento.

Certamente que isso é uma conquista da atual administração, mas apenas como alerta é necessário chamar a atenção do ausência do Estado nas políticas de Saúde, especialmente no que diz respeito a distribuição dos recurso.

O município de Bacabal atende a pacientes de, no mínimo, 8 cidades vizinhas e tem uma estrutura de saúde provada invejável que não está sendo aproveitada pela população mais carente, por falta de convênios.

O vice-prefeito Florêncio Neto enfatizou a parceria com o Governo do Estado em prol dos bacabalenses. “Tenho certeza que conseguiremos executar as prioridades do município porque contamos com a  sensibilidade do Governo do Maranhão” disse.

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

FUNDO PARTIDÁRIO BILIONÁRIO É UMA OFENSA A NAÇÃO.

Até que enfim concordei com uma posição do procurador da República Deltan Dallagnol, da força-tarefa da Operação "Lava Jato".

Embora pareça um candidato desesperado por notoriedade ele declarou nesta sexta-feira, 11, que "políticos querem ganhar no tapetão e impedir você de buscar transformação".

Ele criou a "#NãoReformaTapetão" e afirmou: "Cansada de ser roubada, a sociedade coloca suas esperanças em novas pessoas mais comprometidas com o interesse público".

Não vejo um procurador que faz acordo com a JBS como sendo comprometido com o futuro do país, mas quando o procurador mira o fundo partidário bilionário ele acerta.

"Em vez de proibirem as caríssimas produções de marketing televisivo (filmagens hollywoodianas passadas no horário de campanha eleitoral da TV) e valorizarem o debate de ideias, fizeram o inverso, propondo a expansão do valor do fundo partidário para R$ 3,6 bilhões, 0,5% do orçamento, em tempos de crise e de aumento dos impostos."

sábado, 12 de agosto de 2017

OAB realizou com sucesso a Semana do Advogado em Bacabal .

Do Blog do Louremar.



A subseção da OAB de Bacabal realizou de 7 a 11 de agosto a Semana do Advogado. O evento foi realizado na auditório da própria OAB com duas palestras a cada noite.
O evento foi aberto pelo Dr. Pedro Augusto de Alencar, vice-presidente da OAB no Maranhão. Ainda na segunda-feira (7) o Dr. Erivelton Lago proferiu uma palestra didática e interativa com a plateia sobre a quesitação no tribunal do Júri.

No dia 8, o juiz de direito João Paulo Melo (foto ao lado com o Dr.Valmir Henrique, advogado) apresentou a palestra “Diálogos sobre o novo Código de Processo Civil”. Na mesma noite a promotora de Justiça Michelle Adriane Silva Diaspalestrou sobre os direitos da criança e sobre adoção. Na quarta-feira (9) o convidado para palestrar sobre o impacto das medidas provisórias após a Constituição de 1988. O Dr. Diogo abordou o uso das medidas provisórias principalmente para a estabilização da moeda e da economia. Na mesma noite, o juiz Marcelo Silva Moreira, do Juizado Especial de Bacabal, apresentou a palestra “A crise da judicialização e os Juizados Especiais’. Preocupado com questões éticas, o magistrado falou sobre a atuação dos advogados e sobre o seu trabalho no Juizado.
Dr Diogo Almeida palestra observado pelo mediador da noite, Dr. George Amílcar

O Dr. Francisco Santos Araújo Júnior, apresentou no dia 10, uma ampla palestra sobre o processo administrativo de solicitação de benefício junto ao INSS. Bacabalense e profundo conhecedor do tema, ele deu uma aula com explicações procedimentais quanto à atuação dos advogados no âmbito do INSS.

Para as palestras de encerramento, na noite de sexta-feira (11), a OAB trouxe para Bacabal o Dr. Rodrigo Lago , secretário de Transparência do Estado do Maranhão e o Dr. Saulo José Portela Nunes Carvalho. Rodrigo lago falou sobre a advocacia na prevenção e no combate à corrupção e o Dr. Saulo fez uma palestra sobre a reforma trabalhista, explicando os principais pontos e comentando as consequências no cotidiano dos trabalhadores. 
Dr. Saulo ladeado pelos Drs. Walter Santos e Antonio França

Todas as palestras foram realizadas com o auditório cheio, fato que demonstra o acerto da OAB em realizar esse tipo de evento, como destaca a Dra. Francisca Marlúcia de Mesquita Carneiro Viana, presidente da subseção da OAB “Fiquei muito satisfeita com a realização do evento, tanto pelo apoio recebido da Seccional, bem como, pela participação dos colegas advogados e dos estudantes, e também pelo alto nível das palestras”.

Lourival Rodrigues (analista judiciário), Dra. Nathusa Chaves (advogada), Dr. Marcelo Moreira (juiz de direito), Dr. José R. Viana e Dra. Marlucia Viana (advogados).

Dr. Francisco Júnior, em palestra sobre processo administrativo previdenciário.

Beber com frequência (mas pouco) reduz risco de diabetes, indica pesquisa.

Tenho vários amigos que ficarão felizes com essa notícia. Pessoas que bebem de três a quatro vezes por semana são menos propensas a desenvolver diabetes do que aquelas que bebem com menos frequência ou não bebem, sugere um novo estudo realizado por especialistas dinamarqueses.

Eles concluíram que beber moderadamente com essa frequência reduziu em 27% em homens - em comparação àqueles que consomem álcool menos de uma vez por semana.

E ninguém vai poder dizer que isso é conversa de homem, pois os estudos mostraram 32% o risco de diabetes em mulheres e ainda que o risco da doença era menor quando mulheres consumiam nove drinques por semana, enquanto que para os homens, a média era de 14 por semana.

"Descobrimos que a frequência com que se bebe tem um efeito independente da quantidade de álcool consumido", comentou a professora Janne Tolstrup, do Instituto Nacional de Saúde Pública da Universidade do Sul da Dinamarca, que conduziu a pesquisa.

"Notamos que o efeito é melhor quando se consome álcool em quatro porções do que em apenas uma", acrescenta.

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

O SOM DE MUITAS VERDADES.

Som de muitas verdades é o livro do nosso poeta conterrâneo Cláudio Araújo.

Estou triste, revoltado, decepcionado com o nosso Brasil.

O Brasil tem escravizado as pessoas de bem. Escravizado com tanta desigualdade, falta de amor, imoralidade, violência, mentiras e mais mentiras, e muitas mentiras, e diversa mentiras... Enfim, é tanta mentira por parte dos governantes que a voz deles já fede nas narinas das pessoas justas e sonhadoras que vivem nesse sofrido país.

Um país tão rico que se tornou pobre pela escravidão da corrupção; que é um vírus no sangue de muitos que se dizem brasileiros. Se eles fossem realmente brasileiros, iriam entender que somos uma família, e iríamos lutar pelo bem uns dos outros. Porque a família deve viver em comunhão, paz, igualdade e amor.

O Brasil grita por socorro, quer libertar-se dessa escravidão.

Não deixe de assistir também o vídeo com a dramatização de uma das poesias.

Te liga Brasil --> https://youtu.be/2F9wW_xBIvA

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Por Herval Sampaio e Joyce Morais

Michel Temer assumiu a Presidência afirmando que enxugaria a máquina pública e que o Governo iria “cortar da própria carne” para que o país pudesse voltar a crescer novamente.

Durante sua passagem interina, alardeava aos quatros cantos, como se diz, que se confirmado o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, na sua gestão ele iria promover reformas sem sacrificar a área social e sem que prejudicasse os trabalhadores ou mais pobres, além de cortar gratificações e cargos comissionados do Executivo Federal.

Bem, não é isso que está acontecendo...

O peemedebista iniciou seu governo fazendo cortes nos ministérios e reduzindo de 32 para 23 pastas, mas contraditoriamente, poucos meses depois já havia aumentado em cinco, totalizando 28 ministérios. 

O presidente também chegou a anunciar que por meio de decreto iria extinguir quase cinco mil cargos de confiança, mas com pouco mais de um ano de mandato, esse número praticamente não mudou. É que em verdade Temer substituiu tais comissionados por cargos de "Funções Comissionadas do Poder Executivo (FCPE)", o que não significou uma redução e uma consequente economia para as contas públicas, como ele havia publicizado.

É muita incoerência para um governo só atolado em denúncias de corrupção e que para chegar ao poder falava do governo anterior que também fazia parte por conveniência e agora que tem a oportunidade de fazer, intensifica a politicagem!

Como o Governo pode ter legitimidade se continua gastando bem mais do que arrecada, com interesses escusos e não corta na própria carne, só sobrando para o bolso do cidadão?

Na realidade o povo é sempre o mais sacrificado com toda essa bandidagem!

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

ESTÁ DEVENDO PENSÃO ALIMENTÍCIA. NÃO DÁ MAIS PRA EMBROMAR.

Com o advento do novo código de processo civil algumas coisas mudaram, em tese.

Já é possível protestar a decisão judicial que fixou os alimentos em caso de não pagamento (deixando o devedor de alimentos com o chamado “nome sujo”).

Os descontos diretamente no salário do devedor, hoje, podem ser feitos no percentual de até 50% (não mais 30% como de costume).

E ainda, estabeleceu-se que o regime da prisão civil deve ser fechado.

Pois então, essas medidas solucionaram os problemas desses credores de alimentos? Na prática nem tanto.

Não é incomum casos em que o devedor se nega a pagar pensão alimentícia, mas “desfila de carrão” pela cidade.  Agora o play boy vai poder ter a suspensão da sua carteira de motorista sim, e perder a CNH pode doer mais a esse devedor que sua própria prisão. Incrível, não? 

O inciso 4º do artigo 139 do CPC, confere aos juízes o uso das medidas “indutivas, coercitivas, mandamentais ou sub-rogatórias” necessárias ao cumprimento das suas decisões. Nessa seara, penso que outras medidas similares podem ser tomadas: O bloqueio de cartões de créditos, restrição dos passaportes, entre outras.

O raciocínio é simples: não dá para alegar falta de condições econômicas para manutenção da pensão, e ainda sim, viajar para o exterior, por exemplo. Cabe então, a nós advogados nos atentarmos para essas novas possibilidades, pois, diariamente, nos deparamos com casos em que o devedor PODE, mas não QUER pagar, e como as execuções se estendem por anos a fio, acabam por viabilizar meios para ocultação de patrimônio

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Aposentados vão receber 13º Salário em agosto.

Os aposentados e pensionistas do INSS podem verificar a partir do dia 18 de agosto quanto vão receber de adiantamento da primeira parcela do 13º salário. 

Os valores estarão disponíveis para consulta pela Central de Atendimento 135 ou pelo site www.previdencia.gov.br. 

Quem não tem acesso à internet ou telefone pode ir à uma agência do INSS para verificar o valor. 




segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Cuidado irmão que o TSE tá de olho.

O uso da religião como instrumento de captura de votos está no centro de um debate de juristas e deve chegar a instâncias superiores em breve. 

O termo "abuso de poder religioso" vem ganhando força em tribunais regionais e recente.

Veja a matéria completa sobre o tema Aqui.

domingo, 6 de agosto de 2017

Roberto Rocha projeta retorno ao PSDB para a disputa do governo do estado.


Por: Paulo de Tarso Jr.
Aliado do governador Flávio Dino em 2014 quando se elegeu senador, Roberto Rocha (PSB) assumiu ser pré-candidato para concorrer ao governo do estado em 2018. A decisão está tomada. 
Em entrevista a O Imparcial, Rocha rebate, com veemência, as críticas de adversários políticos, condena o que ele classifica de apequenamento do PCdoB e até projeta um possível retorno ao ninho tucano do PSDB para a disputa do governo do estado. 
Senador, por que o senhor decidiu concorrer ao governo do estado? O senhor não era aliado do atual governador Flávio Dino em 2014? O que mudou na relação de vocês?
Nossa aliança foi vitoriosa e proveitosa para ambos. Eu fui eleito para o Senado e ele foi eleito para o governo. Esse é o sentido das alianças, na política: juntar forças e fazer convergir os projetos. Em 2014, o PCdoB apoiava o PT para presidente, mas, no Maranhão, o PT se coligou com o grupo Sarney. Como o PCdoB poderia ser candidato ao governo do estado sozinho? A candidatura de senador está na conjuntura de governador, é verdade. Mas a de governador, de igual modo, está na conjuntura de presidente. Foi a minha
presença na chapa que garantiu o apoio do Aécio e do Eduardo, e depois da Marina. Isso os comunistas escondem. Não havia nessa aliança de 2014 nenhuma cláusula de permanência para 2018. Assim como não havia também na aliança entre o PSDB e o PCdoB. Tanto que, logo no segundo turno, Flávio Dino votou na Dilma do PT e fez questão de anunciar aos quatro cantos. Ninguém cobrou nada, nem o chamou de traidor. Mais tarde, saiu pelo Brasil chamando os aliados de 2010 e 2014 de golpistas. Não vejo ninguém cobrando coerência do PT, por exemplo, por ter apoiado o grupo Sarney e agora defender, entre muitos dos seus dirigentes, uma aliança com o PCdoB. Mas parece que comigo exigem uma espécie de fidelização ao passado que não encontra nenhuma justificativa política.
O senhor se considera pronto para disputar o governo contra Flávio Dino?
A política em si mesma é uma prontidão. Quem responde por isso é a minha biografia.
Em entrevista a O Imparcial, o deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) disse que o senhor “nada fez pelo Maranhão” e que estava arrependido de ter apoiado sua candidatura ao Senado. O que achas disso? 
Recebi com a tranquilidade de quem sabe o preço que se paga por ter posições firmes e claras. O juiz do meu trabalho é o povo do Maranhão. Não é um deputado a mando de seu grupo político. Como até agora se negam a entender para que serve um senador, certamente saberão em 2018. E, em seguida, saberão também para que serve um governador.
Como o senhor recebe as críticas de que estaria “isolado” no cenário político por ser “egocêntrico”?
Nós vivemos numa cultura política de servilismo. Quem não se submete, como eu, acaba recebendo esses mimos que eu acolho como troféus.
O que o PCdoB significa para o senhor atualmente? Existe alguma mágoa da sua parte com o PCdoB? A aliança com o PCdoB foi apenas um trampolim para conseguir chegar ao Senado?
Como o PSB, que é muito maior que o PCdoB, poderia ser um trampolim? Não seria o contrário? Isso é uma incompreensão do que seja uma aliança política. Até onde eu sei, basta ver a entrevista do deputado Othelino: é o PCdoB que está revelando mágoas a ponto de ser deselegante com a soberania do voto popular que me elegeu. Será que o deputado acha que se elegeu exclusivamente por causa dos outros? Ele não tem história, não tem valor?
O que fez a sua relação com o PCdoB azedar?
A incapacidade do PCdoB de superar sua intoxicação ideológica e abraçar verdadeiramente um projeto de desenvolvimento capitalista para o Maranhão como havia prometido durante a campanha. O partido se apequenou ao se fechar numa ostra doutrinária que não dialoga com as forças empreendedoras que poderiam liberar o potencial de crescimento do Maranhão. Flávio Dino, como outros, prefere explorar a pobreza para dela tirar proveito político. Eu, ao contrário, prefiro explorar a riqueza, para promover justiça social.
A presença da ex-governadora Roseana Sarney atrapalha ou ajuda a sua pré-candidatura? E Maura Jorge?
Quanto mais candidaturas houver, melhor. O importante é que a população confronte as ideias e vote com clareza sobre o melhor rumo para o Maranhão.
E como está a sua relação com o PSDB? O senhor tem interesse em voltar ao ninho tucano?
Minha relação com o PSDB é a melhor possível. Recebo, diariamente, acenos para voltar ao ninho tucano. Mas tenho dito e reitero que meu objetivo é disputar as eleições pelo PSB. No entanto, não nego a possibilidade de, se a dinâmica política exigir, empunhar novamente a bandeira da social-democracia.
Hoje, o vice de Flávio Dino é Carlos Brandão, do PSDB. Não seria uma incoerência o seu retorno ao partido para concorrer ao governo tendo o Brandão como braço direito do governador?
Tenho apreço pelo Brandão, mas nem ele e nem eu somos maiores que os partidos. O PSDB sempre foi historicamente rompido com o PCdoB, mas você só vê incoerência se eu voltar ao PSDB, mas não vê incoerência no PSDB se alinhar a um adversário histórico. E nem vê incoerência no governador usar a
máquina do governo para cooptar meu partido.
O que o leva a acreditar ser o próximo governador do Maranhão? 
Eu submeto meu nome ao julgamento popular. Não me coloco como próximo governador, o que seria pretensioso da minha parte.
Qual candidato o senhor pretende apoiar para o Senado? O nome da deputada federal Eliziane Gama agrada para estar na sua chapa?
Ainda é muito cedo para conversar sobre composição de chapas. Por mais que eu respeite e admire a deputada Eliziane, qualquer antecipação de nomes seria mera especulação.
Senador, como o senhor analisa os pré-candidatos ao Senado? Qual deles tem mais chances do conseguir ser eleito?
As pesquisas têm demonstrado que não há favoritismo, por enquanto. Há vários nomes com grande potencial para serem eleitos, mas o que determinará isso será a consistência das alianças e a capacidade das
coligações de conquistar o coração e a mente dos maranhenses.
Recentemente, o senhor rebateu algumas críticas do ex-deputado e candidato ao Senado em 2014, Gastão Vieira. O senhor acha que ele tem condições de conseguir uma vaga para o Senado desta vez?




Dependendo da engenharia política, da conjuntura que ele estiver, é claro que tem condições de conseguir se eleger. As pesquisas não deixam dúvidas de que o ex-deputado é um player que está no jogo. Diferente de deputado, ninguém se elege senador fruto de uma campanha, e sim de uma história. Ele tem estrada, tem história.

sábado, 5 de agosto de 2017

Eleições 2018. Já começou ?


A partir do mês de outubro começa o chamado ano eleitoral e só pra começar a discussão vamos ver quem já se apresenta como candidato.

O governador Flávio Dino (PCdoB) está animado com a possibilidade de reeleição ao governo do Maranhão no ano que vem.

A ex-governadora Roseana (PMDB) já começou a se movimentar com a intenção de voltar ao Palácio dos Leões - sim, você leu certo.

Roberto Rocha (PSB) é mais um que deve pedir licença do Senado  para concorrer ao governo, pois seu mandato só terminará em 2022 e não tem nada a perder.

A novidade mesmo é a ex-prefeita e ex-deputada estadual e atual presidente do Podemos, Maura Jorge, que já se apresenta como pré-candidata.

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Uema abre inscrições para o Paes 2018.


Serão ofertadas 3.879 mil vagas para o campi  da Universidade Estadual do Maranhão (Uema).





As inscrições podem ser realizadas até o dia 11 de agosto de 2017, por meio do site oficial do vestibular www.paes.uema.br. O valor da inscrição é de 85 reais. Candidatos que possuem o direito à isenção – alunos que estudaram regularmente em escola pública – também devem se inscrever por meio do site. 
As provas, que acontecem em duas etapas, serão realizadas no dia 22 de outubro (1ª etapa) e 26 de novembro (2ª etapa).
As provas serão realizadas, além da cidade de Bacabal,  nos campi da Uema de São Luís, Caxias, Balsas, Santa Inês, Timon, Grajaú, Lago da Pedra, Coelho Neto, Itapecuru-Mirim, Zé Doca, Colinas, São João dos Patos, Barra do Corda, Codó, Pinheiro, Presidente Dutra e Coroatá. Sobre a UemaSul, as provas acontecem no campi de Imperatriz e Açailândia.

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Bens da prefeita ostentação bloqueados em Bacabal.

A Justiça de Bom Jardim determinou o bloqueio de bens da ex-prefeita Lidiane Leite, que ficou conhecida nacionalmente como a 'prefeita ostentação' por exibir uma vida de luxo nas redes sociais, pela compra de 265 urnas funerárias para uma cidade que tem em média, 24 mortes por ano. Além de Lidiane, Humberto Dantas, Marcos França e Rosyvane Silva Leite citados na ação, também tiveram seus bens bloqueados.

A decisão foi tomada pela Justiça na sexta-feira (21) e o juiz Raphael Leite Guedes, titular da comarca acredita que possa haver bens da prefeita e seus assessores também em Bacabal. 
"Notifiquem-se imediatamente, os cartórios de registros de imóveis de Bom Jardim, São João do Carú, Pindaré-Mirim, Santa Inês, Bacabal, Imperatriz e São Luís, bem como à Junta Comercial do Maranhão, a fim de que informem a existência de bens ou valores em nome dos demandados. Caso existam, determino que procedam ao imediato bloqueio dos bens, adotando-se as medidas necessárias para que permaneçam inalienáveis na forma desta decisão, limitado à quantia de R$ 540.000,00 (quinhentos e quarenta mil reais), sob pena de serem aplicadas as sanções cabíveis em caso de descumprimento da presente decisão judicial, informando a este juízo as providências adotadas, no prazo de 72 (setenta e duas) horas”, diz um trecho do despacho do juiz.

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Zé Viera conquista o eleitorado de Roberto Costa.




Enquanto o deputado estadual Roberto Costa usa a tribuna da Assembleia Legislativa e a tela de sua TV difusora para denegrir a imagem dos administradores, o asfaltamento de ruas e avenidas do centro de Bacabal tem conquistado a população.

Zé Vieira também se diz feliz pelo reconhecimento da população. “Essa gente que já havia dado demonstração de respeito, amor e carinho ao me eleger, agora tem a certeza que valeu a pena confiar no Zé Vieira. Pois, não há, nem mesmo entre meus adversários, quem não reconheça o grande serviço que prestei por essa cidade”.





Dizem que Costa é egocentrico e não aceita conselho de ninguém, nem mesmo de seu criador (Senador João Alberto). No entanto, como o blog é de um bacabalense, vai uma dica gratuita: deputado, pare de fazer denúncias e mande dinheiro para nossa cidade. Só assim terá legitimidade para fazer cobranças. 

Ainda precisamos de um novo de matadouro, de um centro de zoonoses, de um aterro sanitário e até de um terminal rodoviário novo como o senador (realizador das maiores obras de nossa cidade) sempre sonhou. 

Se o nobre deputado não gosta da minha opinião, ouça pelo menos o senador que foi quem lhe avalizou em Bacabal.

Fotos: Jeremias Fotógrafo.

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Habilitação Eletrônica (CNH-e) foi aprovada.

A Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica (CNH-e) foi aprovada na terça-feira (25) pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Segundo o Ministério das Cidades, ela será uma versão do documento com o mesmo valor jurídico da CNH impressa e estará disponível a partir de fevereiro próximo. Os motoristas poderão apresentar o documento de porte obrigatório tanto impresso quanto em formato digital, no smartphone.

A autenticidade da CNH digital poderá ser comprovada pela assinatura com certificado digital do emissor ou com a leitura de um QRCode. Com esse dispositivo, os agentes de trânsito também poderão consultar os dados dos documentos por meio de um aplicativo de celular, que ainda está em fase de testes. O app fará a leitura do QRCode, como já é realizado com a CNH impressa.
"Com isso, quem esquece a CNH em casa não estará sujeito a multa e pontos na carteira. Basta apresentar o documento digital”, diz o ministro das Cidades, Bruno Araújo.
O Contran ressalta que a CNH impressa continuará sendo emitida normalmente.